Licenciamento de Softwares: Tudo que você queria saber mas não tinha à quem perguntar!


O licenciamento de software consiste em, nada mais nada menos, que a concessão de uma autorização para o seu uso, ou seja, quando a sua empresa adquire uma licença, significa que ela está autorizada a fazer o uso de determinado software( como previsto em contrato entre empresa e fabricante).


Mas você deve se perguntar: por quê eu devo licenciar?


Ao adquirir a licença, a sua empresa estará se beneficiando, e nada mais justo do que “remunerar” o desenvolvedor do software por isso, até porque, você estará fazendo uso de propriedade intelectual.


Dessa forma, ainda que a aquisição do software possa parecer onerosa para a sua infraestrutura de TI, é sempre importante pensar na prevenção de futuras crises, como um processo de auditoria por parte do fabricante.


Já que, aparentemente, o licenciamento de softwares é um assunto que, além de importante, é complicado, decidimos explicar alguns fatores que contemplam o processo de aquisição de licenças… Então vamos lá!


Qual licença eu devo adquirir e quanto tempo ela irá durar?


Legalmente, há um entendimento, de que as licenças de software expiram de acordo com a sua validade técnica, ou seja, a vida útil de uma versão. Isso quer dizer que: a partir do momento em que você atualizar o software para uma nova versão, você provavelmente perderá o licenciamento e continuará utilizando a ferramenta, porém de forma ilegal.


A única exceção a esta regra são as licenças de modelo de contrato de 1 ano, onde durante um ano, a empresa poderá atualizar os softwares durante o período de um ano, sem perder a licença!


Sendo assim, é de extrema importância que você saiba exatamente as licenças que a sua empresa precisa, para evitar gastos desnecessários agora e no futuro!


O principal no momento da escolha é certificar o número de usuários e máquinas que utilizarão o software escolhido! Serão esses números que impactarão no valor do investimento assim como, em um possível processo de auditoria. Não adianta licenciar para 5 funcionários, para 10 utilizarem! Os fabricantes de software estão sempre de olho, prontos para notificar aqueles que não estão cumprindo com os contratos de utilização.


Se você tem dúvidas de como fazer a contagem e como licenciar determinados produtos, clique aqui! Podemos te ajudar gratuitamente a discriminar todas as condições de uso do software escolhido!


Quais são os benefícios em licenciar os softwares utilizados?


Obviamente existem muitos benefícios em se utilizar legalmente os softwares necessários para a sua infraestrutura de TI. Sendo assim, vamos citar os principais, que são básicos para qualquer empresa:


  • Estabilidade e Desempenho

Ao fazer o licenciamento, a preocupação com problemas no desempenho nas operações da empresa, deixarão de existir. Além disso a estabilidade traz consigo o desempenho, que ajudará a aumentar a produtividade das equipes da empresa que são impactadas pelo software licenciado;


  • Segurança

A empresa, e principalmente os gestores, se sentiram mais seguros detendo as licenças. Isso por que o software licenciado passou por todos os testes e certificações necessários para garantir a sua eficácia;


  • Economia de Recursos

Esse talvez seja o mais importante dos benefícios! Ao investir na prevenção, licenciando todos os softwares utilizados pela empresa, você pode economizará recursos e não terá que comprar licenças em vista de uma auditoria! Além disso, a prevenção poderá vir em forma de parceria, onde a empresa pode economizar até 90% em licenciamentos.


Saiba como evitar transtornos e economizar o máximo possível com licenciamento recebendo toda a assistência necessária, aqui!


Quais são os riscos que a minha empresa pode enfrentar caso não licencie os softwares utilizados?


São imensas as consequências que uma empresa pode enfrentar caso opte por utilizar softwares piratas ou não licenciados.


Talvez a pior delas seja os problemas legais, e possíveis auditorias!


Já falamos mais sobre o processo de auditorias aqui porém é sempre bom lembrar: nenhuma empresa está livre de auditorias! Sendo assim, o melhor é estar de consciência livre e com softwares sempre licenciados!


Além disso, outros possíveis riscos são:


  • Vulnerabilidade

Ao não licenciar o uso dos softwares dentro da empresa, toda a segurança das informações é posta em risco. Além disso, infecções por vírus ou outros tipos de malware devem sempre ser considerados, já que os softwares piratas (ou não licenciados) podem não ter passado pelas certificações necessárias à segurança da empresa. Se pensar nisso já é ruim, imagine que sem licenciamento você também não terá acesso à suporte do fabricante para a resolução desses problemas…


  • Propaganda Negativa

Além de sofrer internamente, é possível que a marca da empresa venha a sofrer também, podendo ser acusada de plágio e apropriação indevida de propriedade intelectual;


  • Desempenho e Instabilidade

Com a falta de licenciamento, os programas podem impactar diretamente na produtividade das equipes e reduzir a sua performance, além de gerar instabilidade nos sistemas;


  • Oportunidades Reduzidas

Podem ocorrer dificuldades para a empresa em participar de licitações públicas, já que alguns órgãos governamentais fazem auditorias na infraestrutura de empresas participantes das licitações.


Não tem jeito!


O melhor remédio é estar preparado, e investir na segurança da sua infra de TI!


Se você está, ou não, preparado para este próximo passo, nós podemos te ajudar.


Entre em contato conosco, agende a sua consultoria gratuita, tire suas dúvidas e comece o processo de licenciamento de softwares ainda hoje!



Espero por você!


Um abraço,

Blue


Posts Em Destaque
Posts Recentes